Best New Music: Travi$ Scott – SICKO MODE

Lançamento: 03/08/2018
Gênero: Hip-Hop
Produtores: Hit-Boy, OZ, Tay Keith, Cubeatz, Rogét Chahayed e MD
Compositores: Jacques Webster, Aubrey Graham, Rogét Chahayed, Chauncey Hollis, Ozan Yildirim, Cydel Young, Mirsad Dervic, Brytavious Chambers e Mike Dean.

Travi$ Scott recrutou um time de produtores, que inclui Hit-Boy, OZ, Tay Keith, Cubeatz, Rogét Chahayed e MD, para criar uma das principais faixas do seu novo álbum. Inicialmente lenta, “SICKO MODE” fornece batidas esmagadoras que acertam o ouvinte com suas súbitas mudanças. É certamente um dos maiores destaques do “ASTROWORLD” (2018), terceiro álbum de estúdio do rapper de Houston, Texas. Inesperadamente, a faixa contém vocais do Drake, que participa de um refrão bem discreto. Seu fluxo confiante colocado sobre sintetizadores assombrosos provoca um momento magistral. Ele cava de forma intransigente e improvisa através de um órgão cinematográfico. Posteriormente, Drizzy retorna com um fluxo semelhante ao de “Nonstop”, faixa do seu novo álbum. No entanto, o instrumental aqui é muito mais completo e dinâmico. Ele entrega um gancho assassino, seguido por um verso bem apertado e energético. Depois de introduzir a música, Drake dá espaço para Travi$ Scott mudar de marcha. “SICKO MODE” não tem apenas uma, mas três reviravoltas musicais. Sua composição mostra o quanto Scott é interessante e subestimado. Portanto, este single é como uma fusão de três músicas diferentes.

Uma peça desconcertante, onde Scott surge com toda a sua glória. No papel, nada disso deveria funcionar, com suas várias mudanças, interpolações e ad-libs, mas tudo funciona perfeitamente. Ouvir sua batida em vários momentos diferentes é hipnótico e enlouquecedor. O trabalho de produção estelar é combinado com dois versos do Drake e vocais do Swae Lee do Rae Sremmurd. Tudo é misturado com a intenção de causar uma experiência auditiva impetuosa e implacável. O canto do Swae Lee realmente adiciona um toque agradável à faixa, enquanto a troca de batida é muito bem executada. Essa transição de batidas é uma ótima tática para o Travi$ Scott, uma vez que sua voz profunda e levemente melódica consegue encontrar um fluxo cativante na seção intermediária. “SICKO MODE” é de fato um destaque fenomenal, que apresenta três partes distintas marcadas por uma produção distorcida, poderosas batidas e chimbais centrais de Tay Keith. O restante da faixa é uma verdadeira montanha-russa emocional. A diferença entre os álbuns anteriores e o “ASTROWORLD” (2018), é que Scott não está nas sombras de suas feições, mas no centro do palco. Ao combinar dois versos do Drake com uma melodia do Swae Lee, Travi$ Scott criou uma experiência musical eletrizante!

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.