Best New Music: Empress Of – When I’m with Him

Lançamento: 22/08/2018
Gênero: Synth-pop, R&B alternativo
Produtores: Lorely Rodriguez
Compositores: Daniel Nigro, Lorely Rodriguez e James Harmon Stack.

Oprojeto solo da cantora hondurenha-americana Lorely Rodriguez, chamado Empress Of, anunciou via Instagram que lançará seu segundo álbum de estúdio em 19 de outubro de 2018. Isso vem depois do recém-lançado single duplo “Trust Me Baby / In Dreams”, e mais imbuído pelo lançamento do excelente novo single, “When I’m with Him”. Uma música maravilhosamente forjada que desliza suavemente sobre sutis licks de guitarra e melodias de sintetizador inspiradas nos anos 80. Mas a jóia no centro de tudo isso, é a voz da Empress Of. Envolvida pela discreta instrumentação, ela alterna entre o inglês e o espanhol, e desnuda suas inseguranças e dúvidas sobre seus próprios valores. “When I’m with Him” tem o apelo empoeirado e nostálgico de uma produção do Dev Hynes, juntamente com um refrão irresistível que está entre as melhores coisas que ela já escreveu. Também é a coisa mais direta e musicalmente atraente da Empress Of – sua música é geralmente caracterizada por escolhas ousadas, ao invés desse maximalismo pop. As letras são sombrias e obscuras, e a mudança para o espanhol durante o segundo refrão é completamente inesperada. Liricamente, ela está lutando com um romance que está prestes a desmoronar. “Eu sinto que estou do lado de fora procurando / Quando estou com ele / Não sei amar agora, finjo / Quando estou com ele”, ela canta no belo refrão. Ela não se sente viva nesse tal relacionamento.

E a parte difícil é que ela não pode dizer como realmente se sente sobre toda essa situação. No entanto, ela sabe como tocar os ouvintes com sua capacidade de descrever sentimentos pessoais. “Você me caiu perdido / Deixe-me gostar de uma chuva no deserto”, ela canta nas primeiras linhas. Ela luta com a forma como ela vai expressar isso para o homem em questão, mas está se abrindo para seus ouvintes, enquanto se irrita completamente no refrão. Suas letras cantadas em inglês e espanhol criam uma dinâmica que adiciona mais profundidade à música. Ela está simplesmente se expressando da maneira que acredita ser autêntica no momento. A cantora descreve quase explicitamente um relacionamento em que um dos dois se sente preso. Não é um amor cego ou inocente, mas uma declaração de algo que está se esgotando. A música da Empress Of atravessa diferentes temas e preocupações diárias, e “When I’m with Him” faz parte dessa diversidade. Ela usa acordes dramáticos e um falsete doloroso para expressar suas emoções mais pungentes. Inicialmente, Lorely Rodriguez apareceu como vocalista convidada do álbum “Freetown Sound” (2016) do Blood Orange, e, como mencionado acima, algumas de suas sensibilidades podem ser sentidas aqui. A contundente bateria, os brilhantes sintetizadores, o teclado cintilante e as guitarras funky dão um ótimo suporte para os vocais ofegantes. “When I’m with Him” é praticamente uma música pop-perfeita, pois é vulnerável, pessoal e poderosamente cativante!

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.